Buscar

O que fazer se o genitor descumpriu o regime de convívio nas festas de final de ano?


Mesmo você e o pai do seu(ua) filho(a) tendo um acordo judicial ou combinado previamente como se daria o convívio entre eles, o genitor descumpriu o acordado, seja não comparecendo sem dar satisfação ou aparecendo em dia/horário diverso do estipulado.


Talvez a criança/adolescente tenha ficado triste ou frustrado e você teve que consolá-lo(a). Pode ser também que ele simplesmente tenha ignorado o acordado e aparecido em dia ou horário completamente diverso, provocando stress com você e outros membros da família e até mesmo interrompendo uma programação festiva.


É muito importante que esse fato seja registrado.


O registro pode ser feito por SMS, WhatsApp, áudio, e-mail onde fique registrado que embora o(a) filho(a) estivesse disponível e o esperando na hora combinada, ele não apareceu. Ou seja, foi ele quem não cumpriu o direito/dever de convivência com o(a) filho(a). É importante que você demonstre que não obstaculizou de forma alguma o contato, que só não ocorreu por (falta de) vontade do próprio genitor. Segue abaixo um exemplo:





Mas por que isso é tão importante?


Têm sido cada vez mais comuns as alegações de alienação parental contra mulheres, utilizando-se da lei prevê dificultar o acesso como um ato de alienação, apto inclusive – se caracterizado- a alterar o regime de guarda.


Ocorre que em grande parte dos casos esse contato não foi dificultado, pois sequer existiu. E prova negativa – aquela que incide sobre algo que não ocorreu – é mais difícil de ser feita, por isso a importância da mensagem como forma de confirmar a ausência dele.


Estejamos atentas. O exercício da convivência fora dos dias e horários estipulados é uma forma do homem demonstrar poder e controlar a rotina e a vida daquela genitora, e deve ser excepcional, justificado e comprovado.


A lei de alienação tem sido utilizada por homens – advogados(as), psicólogos (as) e juízes (as) – como forma de ameaçar e violentar mulheres com a alteração de guarda, sobretudo ante o argumento da dificuldade de convívio, por isso é importantíssimo que as genitoras possam se resguardar dessas acusações.


Esse post foi útil para você? Já teve alguma situação em que o genitor descumpriu o regime de convivência estabelecido?

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo